()
Política

Guia especial: 16 matérias exclusivas sobre a guerra entre Moro e Bolsonaro

diego@vortex.media

Boa noite,

Acompanhe aqui a cobertura do Vortex. Estamos subindo informações e análises com a rapidez que o momento exige.

Nosso site está instável; há suspeita de um ataque digital. Pedimos desculpas e estamos trabalhando para que o acesso seja normalizado.

Abaixo, as principais informações e análises que publicamos nas últimas horas:

Análise: governo Bolsonaro foi para a UTI. Mas não morreu

Diante do impacto da coletiva de Sergio Moro, o governo de Jair Bolsonaro, que adentrara o hospital nas últimas semanas, foi encaminhado à UTI. Respira por aparelhos. A situação é grave. Mas, num exame mais minucioso, não necessariamente terminal. Leia mais.

Líder do Centrão celebra: “Bolsonaro matou a Lava Jato”

Uma liderança neobolsonarista, do Centrão, está esfuziante. Acredita que o movimento de tirar Moro e levar o Centrão para a base do governo Bolsonaro “mata politicamente” a Lava Jato. Leia mais.

Exclusivo: Maia garante a aliados que não acolherá pedido de impeachment de Bolsonaro

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já decidiu: mesmo sob intensa pressão, não acolherá um provável pedido de impeachment contra Bolsonaro, a ser apresentado pela OAB. Leia mais.

Empresário próximo a Bolsonaro: “Guedes está de saída”

Um empresário que compõe o restrito grupo do PIB que dialoga com Bolsonaro – e, na medida do possível, influencia o governo – disse agora que Paulo Guedes deve sair. “Está de saída. Me deu todos os sinais disso”, disse esse empresário, que apoia Bolsonaro desde a campanha. Leia mais.

Novo Bessias day

O melhor paralelo com os fatos de hoje, do ponto de vista de impacto político, é com o dia em que Moro – sempre ele – levantou o sigilo das conversas entre Lula e Dilma, nas quais a presidente dizia ao petista que a nomeação dele para a Casa Civil estava pronta, caso fosse necessária (para evitar uma prisão). Leia mais.

Ministro palaciano: “Sem chance de renúncia (de Bolsonaro)”

Um ministro próximo a Bolsonaro – se é que essa caracterização ainda vale – demonstrou desânimo há pouco. Disse que não sabe o que vai acontecer. Ou seja, se Bolsonaro sobrevive. Leia mais.

Procuradores querem que Aras peça investigação contra Bolsonaro por obstrução de Justiça

Um grupo de procuradores pretende pedir daqui a pouco a Aras que abra uma investigação contra Jair Bolsonaro por obstrução de Justiça. Segundo essas fontes, o PGR poderia pedir ao Supremo abertura de inquérito com base no relato de Moro. Leia mais.

Orientação aos delegados que investigam políticos com foro: “Acelerem os inquéritos”

Um dos diretores da PF mandou há pouco mensagem a sua equipe, que trabalha nas investigações de políticos com foro no Supremo e no STJ. Disse para que eles “acelerem os inquéritos”. Leia mais.

“O governo acabou”: dois ministros do Supremo acreditam que Bolsonaro cometeu crimes

Dois ministros influentes do Supremo disseram, reservadamente, que antecipam um pedido de impeachment contra Jair Bolsonaro – provavelmente da OAB. Um deles acredita que até Aras será forçado a pedir, no mínimo, abertura de inquérito contra o presidente. (O outro discorda.) Leia mais.

Atenção: procuradores e policiais criam estratégia jurídica para impedir no STF nomeação de novo diretor da PF

Procuradores e policiais organizam agora uma estratégia para evitar que Bolsonaro coloque um afilhado político no comando da PF. Passa por uma ação a ser impetrada no Supremo, na qual se argumente que a nomeação contém desvio de finalidade. Leia mais.

Urgente: OAB volta a debater pedido de impeachment de Bolsonaro

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, já recebeu ao menos duas mensagens de integrantes influentes da cúpula da entidade cobrando um debate urgente sobre a conveniência e a necessidade de apresentar um pedido de impeachment contra Jair Bolsonaro. Leia mais.

A ilusão de controle da PF: as investigações sobre milícias físicas e digitais prosseguirão

Se Bolsonaro de fato colocar um fantoche à frente da PF, não resolverá os problemas de sua família com a polícia. Leia mais.

Bolsonaro: um governo de família; ministro: “Não sei em que governo estou”

Bolsonaro tem, hoje, três ministros de verdade: 01, 02 e 03. Leia mais.

Moro a amigo: “Guedes é o próximo”

Em conversa reservada, ainda ontem à noite, com uma pessoa de extrema confiança, Moro disse que “não reconhece mais” Bolsonaro. E afirmou ter certeza de que Paulo Guedes será o próximo a ser tratorado pelo presidente. Leia mais.

Análise: um presidente aquartelado num país rumo à instabilidade crônica

Jair Bolsonaro é, agora, um presidente aquartelado. Ao forçar a demissão de Moro, acha que demonstra força. Demonstra fraqueza. Entrou em espiral de destruição política. Leia mais.

Saída de Moro vai custar caro a Bolsonaro por muito tempo

Da forma como se deu, a saída de Sérgio Moro do Ministério da Justiça é o mais duro golpe recebido pelo governo Jair Bolsonaro. As declarações de Moro nesta sexta-feira (24/04) afetam diretamente a imagem do presidente e podem ter reflexos graves em sua já baixa popularidade. Leia mais (para assinantes).

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex