(Divulgação/Palácio do Planalto)
Política

Alerta: Mandetta sob risco real de demissão

diego@vortex.media

Jair Bolsonaro intensificou neste sábado as discussões para substituir Luiz Henrique Mandetta por Osmar Terra no Ministério da Saúde, segundo duas fontes com conhecimento direto da situação.

O desfecho ainda é incerto, mas aumentou a disposição do presidente em enfrentar a pesada reação política e social que se seguiria a uma demissão de Mandetta. 

O atual ministro tem apoio das principais lideranças de Brasília – e nos Três Poderes. O presidente foi alertado reiteradamente nas últimas semanas que a demissão de Mandetta desencadearia uma blitzkrieg institucional contra sua administração. A opção do impeachment está na mesa.

Emparedado pelo o que chama de “forças poderosas”, Bolsonaro está inconformado. E não suporta mais Mandetta. Está elaborando uma estratégia para forçá-lo a pedir demissão. Uma das táticas estudadas é atacar com mais vigor o ministro da Saúde nas redes sociais, por meio da rede digital bolsonarista; a outra, manter vivo o discurso contrário ao de Mandetta, de modo a desautorizá-lo dia após dia.

A ojeriza do presidente por Mandetta é tamanha que, a depender do cenário, ele avalia substitui-lo por um nome que siga diretrizes semelhantes ao do atual ministro. Mas que não tenha credibilidade suficiente e força política para engolir Bolsonaro, como fez Mandetta.

Desenha-se, nesse momento, um cenário em que, caso não seja demitido por Bolsonaro nos próximos dias, Mandetta será alvo de fortes ataques digitais e empresariais. Uma campanha dessa base bolsonarista para que ele peça demissão é quase certa.

Embora não se possa antecipar o desfecho desse conflito, o mero agravamento dele contribuirá para aumentar a instabilidade política que caracteriza esse momento decisivo do combate à pandemia.

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex