(Alan Santos/PR)
Política

Crise no Oriente Médio desperta ameaça de greve dos caminhoneiros

(atualizado: 08/01/2020, 18:13) leandro@vortex.media

O ataque dos Estados Unidos que matou o general iraniano Quassem Suleimani, em Bagdá, coloca o governo Jair Bolsonaro dentro de sua primeira crise internacional grave. A dificuldade mais imediata para o governo é a possibilidade de uma greve dos caminhoneiros, devido ao provável aumento no preço dos petróleo e dos combustíveis.

Por que isso importa?

A crise entre Estados Unidos e Irã vai testar a capacidade de o governo Jair Bolsonaro de lidar com alguns problemas que devem surgir. A principal ameaça é uma greve de caminhoneiros, por causa do aumento do preço dos combustíveis.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.

Plano Anual com 30% de desconto.

Plano Mensal.

Plano Gratuito válido por 30 dias.

Já é assinante?

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex