(Foto: Agência Senado/ Moreira Mariz)
Política

Caso Queiroz: situação de Flávio Bolsonaro fragiliza o presidente e o governo

leandro@vortex.media

A investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro sobre um esquema de desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro que envolve até milicianos fragiliza o senador Flávio Bolsonaro e o deixa na dependência do Supremo Tribunal Federal. O caso traz dificuldades também para seu pai, o presidente Jair Bolsonaro.

Na quarta-feira (18/12), o MP liderou uma operação de busca e apreensão que envolveu uma loja de Flávio e endereços de diversos de seus ex-assessores na Assembleia Legislativa do Rio, em especial o ex-policial Fabrício Queiroz. Os promotores reuniram indícios de que Queiroz recolhia parte dos salários dos assessores e repassava o dinheiro a Flávio. Há indícios de que os recursos eram lavados em empresas de milicianos que Flávio homenageou e em uma loja de chocolates dele.  

Conteúdo exclusivo para assinantes

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.

Plano Anual com 30% de desconto.

Plano Mensal.

Plano Gratuito válido por 30 dias.

Já é assinante?

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex