(Foto: Beto Barata/PR)
Política

Projeto da CGU cria punição para servidores que cometerem crimes como assédio e racismo

(atualizado: 02/12/2019, 12:18) larissa@vortex.media

A Controladoria-Geral da União (CGU) vai enviar ao Palácio do Planalto nos próximos dias a proposta de um novo regime disciplinar, que facilita investigações e punições a servidores públicos da União, das autarquias e das fundações públicas federais. O texto cita expressamente assédio sexual, assédio moral, racismo e homofobia como infrações disciplinares.

Por que isso importa?

Ao incluir crimes antes ignorados, reduzir prazos e estabelecer padrões de atuação, a proposta de mudança tem o poder de reduzir a impunidade para irregularidades cometidas no serviço público.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.

Plano Anual com 30% de desconto.

Plano Mensal.

Plano Gratuito válido por 30 dias.

Já é assinante?

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex