(Antonio Cruz/Agência Brasil)
Política

Contra os Estados Unidos, Brasil assina texto da ONU em repúdio ao neonazismo

(atualizado: 28/11/2019, 16:36) spigariol@vortex.media

Ao lado de países como Cuba, Venezuela, Coreia do Norte e China, o Brasil decidiu assinar um projeto de resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas escrito pela Rússia para o combate à "glorificação do nazismo, neo-nazismo e outras práticas que contribuem para alimentar formas contemporâneas de racismo, discriminação racial, xenofobia e intolerância".

O texto, que inclui críticas a grupos racistas e a ideólogos de extrema-direita, foi aprovado pelo Terceiro Comitê da ONU, responsável por temas sociais, culturais e humanitários, no início do mês, por 121 votos a favor, 55 abstenções e duas rejeições – de Estados Unidos e Ucrânia. A matéria ainda precisa ser examinada pelo plenário da Assembleia Geral.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.

Plano Anual com 30% de desconto.

Plano Mensal.

Plano Gratuito válido por 30 dias.

Já é assinante?

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex