()
Política

Adversários da Lava Jato jogam prisão em segunda instância para 2020

(atualizado: 27/11/2019, 8:59) larissa@vortex.media

Uma articulação tocada por partidos afetados pela Operação Lava Jato jogou a possibilidade de estabelecer a prisão em segunda instância para o ano que vem. Em um café da manhã na residência oficial do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), nesta terça-feira (26/11) líderes desistiram de um caminho mais curto, pelo Senado, para abraçar a proposta mais demorada, pela Câmara.    

Até a semana passada, Alcolumbre havia concordado como andamento de um projeto de lei no Senado, enquanto duas Propostas de Emenda à Constituição tramitavam na Câmara. Nesta terça, ele mudou de posição e aderiu à ideia do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de priorizar uma PEC aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da casa.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.

Plano Anual com 30% de desconto.

Plano Mensal.

Plano Gratuito válido por 30 dias.

Já é assinante?

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex