(Foto: Pedro França/Agência Senado)
Política

PSL demite funcionários contratados a pedido dos Bolsonaro

(atualizado: 27/11/2019, 19:05) wilson@vortex.media gabriela@vortex.media

O PSL começou a demitir apadrinhados do presidente Jair Bolsonaro e de seu filho, o senador Flávio Bolsonaro, que ocupavam cargos na estrutura do partido no Rio de Janeiro e em Brasília. Todos foram contratados no ano passado, quando a família se filiou ao partido para a eleição presidencial.  

Por que isso importa?

A contratação dos afilhados políticos contradiz o discurso do presidente Jair Bolsonaro de que não sabia ou não era consultado sobre algumas decisões importantes dentro do partido. Também mostra que mesmo assessores investigados pelo Ministério Público e alvo de quebra de sigilo continuaram a ser remunerados com dinheiro público.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.

Plano Anual com 30% de desconto.

Plano Mensal.

Plano Gratuito válido por 30 dias.

Já é assinante?

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex