(Rodolfo Almeida)
Política

Cerca de 3 mil empresas se enquadram como devedoras contumazes da União

(atualizado: 04/11/2019, 17:48) ana@vortex.media sergio@vortex.media

O projeto de lei apresentado pelo governo federal para endurecer as punições aos chamados "devedores contumazes" deve atingir cerca de 3 mil empresas. O Vortex teve acesso a dados de um estudo da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), órgão vinculado ao Ministério da Economia responsável pelas cobranças, que baseou o projeto. O levantamento revela que esse é o número de empresas com dívidas superiores a R$ 15 milhões que deixaram de pagar impostos e despesas previdenciárias de forma sistemática - e, mais grave, proposital - sonegando de R$ 30 bilhões a R$ 40 bilhões por ano. 

Por que isso importa?

Resolver as enormes distorções do sistema previdenciário e tributário do Brasil passa por saber cobrar as dívidas de quem usa as brechas a seu favor. Mapear quem são os devedores maliciosos é fundamental para conseguir puni-los. O projeto de lei tem potencial para aumentar a arrecadação e diminuir a inadimplência dos devedores da União.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.

Plano Anual com 30% de desconto.

Plano Mensal.

Plano Gratuito válido por 30 dias.

Já é assinante?

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex