Justiça

Notícias-crime: ministros do Supremo impõem ônus a Aras

Diego Escosteguy - há 5 dias

Ao encaminhar notícias-crime de parlamentares contra Bolsonaro ao procurador-Geral da República, Augusto Aras, o ministro Celso de Mello fez como Luiz Fux, que agiu de modo semelhante.

Os ministros do Supremo sabem que a chance de Aras agir é quase nula. Mas querem que o PGR assuma o ônus de arquivar. Ou, ao menos, o ônus de ser cobrado, diante do volume de pedidos de investigação malparados.

Nunca é demais lembrar: a aliança entre Aras e Bolsonaro causa perplexidade entre a maioria dos ministros.

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex