Justiça

Moro pede investigação sobre “circunstâncias anormais” do ato de exoneração de Valeixo

Diego Escosteguy - há 4 meses

A defesa do ex-ministro Sergio Moro divulgará em instantes a seguinte nota:

"A respeito do decreto de exoneração do ex-Diretor-Geral da Polícia Federal, Dr. Maurício Valeixo, a Defesa do ex-Ministro Sérgio Moro informa que não houve coleta de assinaturas físicas nem eletrônicas de nenhuma das autoridades com atribuição para o ato. O ex-Ministro não foi previamente consultado sobre a exoneração, com a qual, inclusive, ele não concordou. É preciso, portanto, a apuração das circunstâncias anormais envolvidas na publicação oficial."

Rodrigo Sánchez Rios, advogado de Sérgio Fernando Moro."

Como escrevemos mais cedo, delegados da PF se convenceram de falsidade ideológica na demissão de Valeixo e cogitam novo inquérito.

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex