Política

Eleições municipais: Barroso considera cada vez mais provável o adiamento do pleito

Diego Escosteguy - há 6 dias

O futuro presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, considera, reservadamente, ser cada vez mais provável o adiamento do pleito. Quase certo.

Em vez de fixar uma data exata, como sugeriu Rodrigo Maia, Barroso acha mais prudente aprovar uma PEC que estabeleça uma janela de três meses para a realização das eleições. Assim, o TSE teria latitude para estabelecer o dia da votação, mediante a análise da evolução da pandemia.

Seria, em tese, uma solução mais inteligente. Caso contrário, se a fase mais aguda da pandemia se prolongar, o Congresso poderia se ver obrigado a aprovar uma segunda PEC, alterando mais uma vez a data do pleito.

Barroso assume a Presidência do TSE na segunda.

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex