Justiça

Divulgação do vídeo: Celso e a estratégia para impedir manobras do governo no próprio Supremo

Diego Escosteguy - há 2 meses

Por abundância de cautela, o ministro Celso de Mello resolveu, há dias, sincronizar a publicação de seu despacho com a - eventual - divulgação do vídeo, caso decidisse, de fato, por esse caminho.

A estratégia do decano visava a impedir que sua decisão fosse bloqueada por meio de um recurso do governo na própria corte - algo altamente improvável; mas, nos tempos que vivemos, ainda no terreno do possível. Nesse cenário improvável, a AGU ou a PGR conseguiria evitar a divulgação do vídeo, no ínterim entre o despacho e o acesso das partes e do público.

Para evitar essa remota possibilidade, Celso definiu que subiria o despacho ao mesmo tempo que subiria, no site do STF, o vídeo - aberto a qualquer um, com a publicidade que ele já decidira conferir ao inquérito.

De ontem para hoje, porém, técnicos do Supremo tiveram dificuldade de subir os arquivos de vídeo. Um outro setor da corte está trabalhando nisso agora.

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex