(Fernando Frazão/Agência Brasil)
Justiça

Advogados de delatores viram réus na Lava-Jato

marcelo@vortex.media

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, aceitou a denúncia do Ministério Público Federal e determinou a abertura de ação penal na Lava-Jato contra os advogados Antônio Figueiredo Basto e Luís Gustavo Flores e o doleiro Dario Messer.

A dupla de criminalistas, que atua em Curitiba, foi responsável por negociar importantes delações premiadas que ajudaram o MPF a desvendar a corrupção na Petrobras, incluindo a do doleiro Alberto Youssef e a de Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia. Costurou também o acordo de Lúcio Bolonha Funaro, que delatou caciques do MDB.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.

Plano Anual com 30% de desconto.

Plano Mensal.

Plano Gratuito válido por 30 dias.

Já é assinante?

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex