(Foto: site Ministério da Economia/ idg.carf.fazenda.gov.br)
Justiça

Carf mantém cobrança de R$ 250 mi por incorporação entre Amil e Dasa

(atualizado: 21/11/2019, 19:18) guilherme@vortex.media

O Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) manteve, na manhã desta quinta-feira (21/11), uma cobrança de cerca de R$ 250 milhões, em valores históricos, por impostos não recolhidos durante a incorporação da MD1, ligada ao grupo Amil, pela Dasa, maior empresa de diagnósticos da América Latina.

Por que isso importa?

O Carf, tribunal administrativo que julga autuações da Receita Federal, concluiu a análise da incorporação da MD1 pela Dasa, que consolidou a posição desta última no mercado de diagnósticos laboratoriais; a cobrança deve ser contestada no judiciário.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.

Plano Anual com 30% de desconto.

Plano Mensal.

Plano Gratuito válido por 30 dias.

Já é assinante?

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex