Presidente da República Jair Bolsonaro conversa por telefone com o Primeiro-Ministro de Israel Benjamin Netanyahu. (Brasília – DF, 26/01/2019) ()
Dados

GSI quer obrigar autoridades a aumentar cibersegurança

(atualizado: 10/10/2019, 10:09) carla@vortex.media lucas@vortex.media

O Departamento de Segurança da Informação, subordinado ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, o GSI, quer finalizar até novembro o texto de um projeto de lei para aumentar a segurança cibernética do Executivo federal e obrigar as autoridades a seguir normas de proteção de dados. A fragilidade da cibersegurança em várias instâncias dos poderes ficou mais evidente desde junho. O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato, teve seu celular invadido e mensagens vazadas para a imprensa, publicadas primeiramente pelo site The Intercept Brasil. Em julho, foram divulgadas tentativas de invasão a telefones do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Justiça, Sergio Moro.

Por que isso importa?

Com o aumento no número de incidentes de segurança cibernética no governo brasileiro na última década, tornam-se cada vez mais necessárias políticas obrigatórias de proteção de dados do Estado brasileiro e conformidade de autoridades.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.

Plano Anual com 30% de desconto.

Plano Mensal.

Plano Gratuito válido por 30 dias.

Já é assinante?

Newsletter

Reportagens exclusivas e as notícias mais quentes na sua caixa de e-mail.

Valorizamos sua privacidade. Nunca enviaremos spam ou compartilharemos suas informações com terceiros.

Assine

O novo modo de fazer jornalismo de que o novo Brasil precisa.

Apoie o nosso jornalismo para que possamos ajudar a elevar a democracia.
Assine Vortex